Igreja cresce para 500 membros em meio a bombardeios na Ucrânia: "É um centro de paz"

  • 01/04/2024
Igreja cresce para 500 membros em meio a bombardeios na Ucrânia: "É um centro de paz"
Igreja cresce para 500 membros em meio a bombardeios na Ucrânia: "É um centro de paz" (Foto: Reprodução)

Após mais de dois anos de conflito na Ucrânia, a cidade de Kherson continua sendo uma zona de guerra.

A região, que já foi tomada e libertada, está sitiada pelo exército russo, que tenta tomá-la novamente.

A população que permaneceu em Kherson, sofre diariamente com os bombardeios, conforme a CBN News. Segundo o pastor local Andrii Skantsev, os ataques acontecem 24 horas por dia e sete dias por semana.

Em meio à guerra, cristãos da Igreja Antonivka Kherson estão arriscando suas vidas para servir aos moradores encurralados pelo conflito.

"Minha igreja até o rio Dniper fica a cerca de 700 metros. A largura do rio é de cerca de 700 metros. Portanto, os russos estão a cerca de 1,5 quilômetros de nós e de lá estão nos bombardeando com muita frequência”, relatou Oleh Derkanchenko, o pastor da igreja, em entrevista à CBN News.

O templo fica próximo da linha de frente onde as forças ucranianas e russas estão lutando.  "Há momentos em que os projéteis russos caem 25 metros à esquerda da igreja e às vezes 30 metros à direita da igreja, mas nada nos atinge. Deus nos protege", testemunhou Oleh.

Mesmo tão próximo da batalha, a Igreja Antonivka viveu um crescimento impressionante. Antes da invasão russa, em 2022, o número de membros era cerca de 100. Com a guerra, a quantidade de frequentadores mais do que triplicou.

“Desde o Natal de 2022, cerca de 500 pessoas, às vezes até 700 pessoas, frequentam a igreja. Temos um pátio cheio de pessoas aos domingos”, disse o pastor, que decidiu manter as portas da igreja aberta.

Encontrando paz na guerra

Recentemente, muitos moradores aceitaram a Jesus em foram batizadas numa banheira. “As pessoas entendem que a Igreja hoje é um centro de esperança e paz interior”, explicou Oleh.

“E imagine que temos pessoas que vêm de outros distritos para a zona de guerra apenas para visitar a nossa igreja. As pessoas muitas vezes me dizem que se sentem mais calmas aqui na igreja do que em casa e isso é apenas a bondade de Deus”, destacou o líder.

O pastor Oleh disse que sua congregação intercede pelos ucranianos mais afetados pelo conflito.

“Também oramos para que Deus possa ajudar as nossas forças a libertar os territórios ocupados pela Rússia na margem esquerda, porque temos familiares e amigos que vivem lá”, comentou.

Enquanto a guerra não tem trégua, os cristãos continuam servindo aos moradores.

FONTE: http://guiame.com.br/gospel/missoes-acao-social/igreja-cresce-para-500-membros-em-meio-bombardeios-na-ucrania-e-um-centro-de-paz.html


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Raridade

Anderson Freire

top2
2. Advogado Fiel

Bruna Karla

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes